Solicitação

Como solicitar

Documentos e aprovação

A filiação de novos associados à ABECIP é condicionada à aprovação do Conselho Diretor.

Existem diferentes categorias de associados, cada uma delas com direitos e valores de contribuições associativas diferentes.

Para formalizar o pedido de filiação é necessário preencher o requerimento de adesão, que deve ser assinado pelo representante legal da entidade interessada.

O requerimento de filiação deve ser encaminhado, digitalmente para o e-mail luciana@abecip.org.br, com os seguintes documentos:

- Estatuto ou Contrato Social.

 - Documento que comprove a regularidade do representante da empresa (ata da assembleia ou de reunião de eleição dos atuais representantes legais). 

Uma vez aprovada a filiação, a empresa requerente será comunicada formalmente, assim como o valor da contribuição mensal. Neste momento, o interessado poderá confirmar a sua decisão pela filiação. 

 

Associadas efetivas

São filiadas da ABECIP, na categoria de associadas “efetivas", as entidades integrantes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo – SBPE e/ou do Sistema de Financiamento Imobiliário - SFI, classificadas, conforme sua estruturação, como:

* Instituições financeiras privadas que captam de depósitos de poupança

* Instituições financeiras estatais - federais e estaduais - que captam depósitos de poupança

* Securitizadoras de crédito imobiliário 

* Companhias hipotecárias

* Entidades privadas não captadoras de poupança (sociedades de crédito imobiliário e associações de poupança e empréstimo não vinculadas a conglomerados financeiros)

Às associadas efetivas cabe o direito a voto nas Assembleias Gerais Ordinárias e Extraordinárias da ABECIP, representar e oferecer sugestões ao Conselho Deliberativo e ao Conselho Diretor, bem como terem um ou mais de seus representantes votados para cargos da administração social.

Por força dos Estatutos Sociais da Associação, também podem ser admitidas em seu corpo associativo, na categoria "associadas especiais", outras entidades do SFH, do SBPE e do SFI, bem como associações e empresas nacionais e internacionais, desde que estejam vinculadas ao mercado imobiliário ou tenham objetivos correlatos ao do setor de poupança e empréstimo imobiliário. Também podem ser admitidos como Assinantes, pessoas físicas que atuam como profissionais liberais ou autônomos, bem como pessoas jurídicas, que poderão ser instituições públicas e/ou privadas que exerçam atividades pertinentes ao mercado imobiliário ou a ele correlatas.

 

Fonte de informações

A ABECIP, por intermédio do seu Presidente e de seus Vice-Presidentes, está inteiramente engajada no estreito contato com as autoridades do setor para discussão dos problemas, normas e regulamentações da área de crédito imobiliário e poupança.

A entidade, por meio dos seus representantes, realiza atento acompanhamento dos projetos de lei e das discussões no Legislativo que envolve a natureza das operações de crédito e as implicações das medidas propostas com relação ao crédito imobiliário, atuando em sinergia com a Confederação Nacional das Instituições Financeiras - CNF. 

Esse trabalho objetiva informar às associadas sobre o que ocorre nos meios parlamentares, bem como participar do processo de regulamentação do setor ou das diretrizes, procedimentos de preparação, acompanhamento e atualização das informações parlamentares. 

A ABECIP tem, também, participação ativa em conselhos e grupos técnicos que debatem assuntos relevantes para o SBPE. Dentre eles se destacam: Fórum da Competitividade da Cadeia Produtiva da Construção Civil, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento, O Departamento da Indústria da Construção Civil da FIESP (DECONCIC), Conselho Gestor Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS, Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), Conselho Curador do Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS), Conselho Curador do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS) e Comitê de Recursos do Seguro Habitacional do SFH.

A participação se dá por atuação direta do presidente da associação, pelos seus diretores, vice-presidentes, técnicos da entidade, diretores setoriais de comissões técnicas e, em alguns casos, por técnicos dos próprios agentes financeiros.

 

Rede de relacionamento

A ABECIP mantém sua atuação como agente catalisador do setor imobiliário, em prol de transformações positivas para o crédito imobiliário no país.  Para viabilizar esse propósito, a associação tem privilegiado a sinergia dos diversos segmentos envolvidos na questão imobiliária, com a construção de parcerias formais ou informais com todos os agentes desse complexo setor. 

Principalmente a partir da década de 90, essas parcerias vêm sendo viabilizadas por meio de intenso trabalho de negociação e de divulgação do crédito imobiliário, principalmente para acomodação de interesses muitas vezes antagônicos entre si e para eliminação de equívocos e distorções a respeito de conceitos e princípios técnicos relativos ao produto. Isto, não raro, colocou a ABECIP como ponta-de-lança, com êxito, no processo de modernização do modelo de crédito imobiliário ocorrido nos últimos anos. 

Esse trabalho tem como substrato a prospecção, manutenção e estreitamento de uma rede de relacionamentos institucionais, inclusive aqueles cuja representatividade é de ordem legal.  Esses relacionamentos abrangem principalmente a indústria da construção civil - toda a sua cadeia, o setor de cartórios, a academia, os Tribunais e demais Órgãos do Judiciário, as entidades da sociedade civil organizada, o Legislativo e o Governo Federal, seus Ministérios e Órgãos a ele vinculados. 

Para manter a vigor dessa rede de relacionamentos, visando o fortalecimento do crédito imobiliário no Brasil, a ABECIP, como diretriz, lança mão de variados instrumentos, tais como as parcerias de trabalho e de atuação política, a atuação técnica e política em comitês e grupos de trabalho formalmente constituídos, participação e promoção de seminários, elaboração de trabalhos técnicos de monta e disseminação de conhecimento para setores estratégicos da sociedade. 

 Essas parcerias viabilizaram técnica e politicamente que a proposta da associação de instituição do SFI, de criação da alienação fiduciária como garantia real e do Patrimônio da Afetação nas incorporações imobiliárias fossem vitoriosas. 

A Associação acredita ser fundamental alcançar e fortalecer a relação com setores estratégicos da sociedade visando desmistificar o crédito imobiliário no país, utilizando como instrumental especialmente a transmissão de conhecimentos técnicos e a exposição dos conceitos e práticas referentes ao produto. 

Neste sentido, a história recente do crédito imobiliário no Brasil confirma o papel já consolidado da Abecip como principal agente e interlocutor nos processos e ações de modernização e fortalecimento do modelo brasileiro de crédito imobiliário.  

 

Informe diário, Revista do SFI, assessoria técnica

Além de representar seus associados perante o Executivo, Legislativo e Judiciário e outras entidades da sociedade civil, a ABECIP oferece um leque de opções de extrema valia no dia a dia das instituições, de acordo com a categoria do associado:

1.  Publicação diária do INFORME ABECIP, uma newsletter que dá publicidade às atividades da associação, assim como às principais normas divulgadas, além de uma sinopse do noticiário econômico e político da imprensa.

 

2.  Assessoramento técnico, por meio do atendimento a consultas sobre procedimentos adotados nas operações do SFH, SBPE e SFI.

 

3.  Fornecimento periódico de informações relativas à atividade de crédito imobiliário, tais como tabelas de índices de reajustes de prestações, de rendimento das cadernetas de poupança etc.

 

4.  Disponibilização de informações estatísticas consolidadas sobre o mercado imobiliário que propiciam a análise comparativa do desempenho de cada associada em relação ao mercado

 

5.  Reuniões periódicas de Comissões Técnicas: Autoregulação+Certificação, FGTS, Funding, Funding - GT LIG, Informações de mercado, Jurídica, Plano Empresário, Recuperação de Crédito, Simplificação Operacional, Tarifas e Produtos, GT FCVS

 

6.  Acesso a pareceres jurídicos relacionados com a atividade de crédito imobiliário e a captação de recursos em caderneta de poupança

 

7.  Elaboração de livros, manuais e estudos especializados na atividade de crédito imobiliário e realização de pesquisas periódicas no âmbito do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, com vistas ao conhecimento de tendências, problemas e circunstâncias do setor 

 

8.  Defesa dos interesses dos associados em questões judiciais em todas as instâncias. 

 

9.  Publicação da Revista do SFI sobre assuntos de interesse do setor de crédito imobiliário, distribuída gratuitamente aos associados e a representantes de setores estratégicos da sociedade civil e do Governo.

 

10.  Disponibilização de certificações para avaliação de conhecimento específico em Crédito Imobiliário, além de atender às exigências regulamentares para as certificações destinadas à Correspondentes no país, também são contemplados pelas Certificações, os temas voltados para Habitação de Interesse Social, com adição de um módulo próprio à cada uma das certificações disponíveis, quais sejam: CA-600: a mais completa de todas as certificações da ABECIP. Ela exige maior conhecimento do tema e é indicada para o público que pretende carreira em áreas de Crédito Imobiliários de Instituições Financeiras; CA-400: recém criada e destina-se à certificação de profissionais de rede de agências e ao público em geral, especialmente para aqueles que almejam uma melhor colocação profissional; e, CA-300: destinada especificamente para os correspondentes no país e tem sido a mais indicada pelas Instituições Financeiras por seu método de avaliação e estrutura de prova.

 

11.   Divulgação do Índice Geral do Mercado de Imóveis Residenciais Abecip (IGMI-R ABECIP) que destaca-se por ser o primeiro e único índice de preço de imóveis residenciais do país a ter como base de análise, os laudos de avaliação produzidos pelas maiores Instituições Financeiras públicas e privadas do Brasil, os quais são cuidadosamente depurados pelo Professor Paulo Picchetti, do IBRE/FGV, com aplicação de metodologia inovadora e assertiva, o que faz do IGMI-R ABECIP o mais confiável e representativo índice de preço de imóveis residenciais do mercado. O acesso ao IGMI-R ABECIP é público e está disponível neste site.

 

12.  Descontos em cursos oferecidos pelo núcleo de educação corporativa, o Ibrafi - Instituto Brasileiro de Estudos Financeiros e Imobiliários - que disponibiliza disciplinas, as quais abordam temáticas referentes às demandas do mercado imobiliário.

 

 

 

Preencha e envie o formulário

Envie para a Abecip com os documentos solicitados

A filiação de novos associados à ABECIP é condicionada à aprovação do Conselho Diretor.

Existem diferentes categorias de associados, cada uma delas com direitos e valores de contribuições associativas diferentes.

Para formalizar o pedido de filiação é necessário preencher o requerimento de adesão, que deve ser assinado pelo representante legal da entidade interessada.

O requerimento de filiação deve ser encaminhado, digitalmente para o e-mail luciana@abecip.org.br, com os seguintes documentos:

- Estatuto ou Contrato Social.

 - Documento que comprove a regularidade do representante da empresa (ata da assembleia ou de reunião de eleição dos atuais representantes legais). 

Uma vez aprovada a filiação, a empresa requerente será comunicada formalmente, assim como o valor da contribuição mensal. Neste momento, o interessado poderá confirmar a sua decisão pela filiação. 

 

São filiadas da ABECIP, na categoria de associadas “efetivas", as entidades integrantes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo – SBPE e/ou do Sistema de Financiamento Imobiliário - SFI, classificadas, conforme sua estruturação, como:

* Instituições financeiras privadas que captam de depósitos de poupança

* Instituições financeiras estatais - federais e estaduais - que captam depósitos de poupança

* Securitizadoras de crédito imobiliário 

* Companhias hipotecárias

* Entidades privadas não captadoras de poupança (sociedades de crédito imobiliário e associações de poupança e empréstimo não vinculadas a conglomerados financeiros)

Às associadas efetivas cabe o direito a voto nas Assembleias Gerais Ordinárias e Extraordinárias da ABECIP, representar e oferecer sugestões ao Conselho Deliberativo e ao Conselho Diretor, bem como terem um ou mais de seus representantes votados para cargos da administração social.

Por força dos Estatutos Sociais da Associação, também podem ser admitidas em seu corpo associativo, na categoria "associadas especiais", outras entidades do SFH, do SBPE e do SFI, bem como associações e empresas nacionais e internacionais, desde que estejam vinculadas ao mercado imobiliário ou tenham objetivos correlatos ao do setor de poupança e empréstimo imobiliário. Também podem ser admitidos como Assinantes, pessoas físicas que atuam como profissionais liberais ou autônomos, bem como pessoas jurídicas, que poderão ser instituições públicas e/ou privadas que exerçam atividades pertinentes ao mercado imobiliário ou a ele correlatas.

 

A ABECIP, por intermédio do seu Presidente e de seus Vice-Presidentes, está inteiramente engajada no estreito contato com as autoridades do setor para discussão dos problemas, normas e regulamentações da área de crédito imobiliário e poupança.

A entidade, por meio dos seus representantes, realiza atento acompanhamento dos projetos de lei e das discussões no Legislativo que envolve a natureza das operações de crédito e as implicações das medidas propostas com relação ao crédito imobiliário, atuando em sinergia com a Confederação Nacional das Instituições Financeiras - CNF. 

Esse trabalho objetiva informar às associadas sobre o que ocorre nos meios parlamentares, bem como participar do processo de regulamentação do setor ou das diretrizes, procedimentos de preparação, acompanhamento e atualização das informações parlamentares. 

A ABECIP tem, também, participação ativa em conselhos e grupos técnicos que debatem assuntos relevantes para o SBPE. Dentre eles se destacam: Fórum da Competitividade da Cadeia Produtiva da Construção Civil, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento, O Departamento da Indústria da Construção Civil da FIESP (DECONCIC), Conselho Gestor Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS, Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), Conselho Curador do Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS), Conselho Curador do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS) e Comitê de Recursos do Seguro Habitacional do SFH.

A participação se dá por atuação direta do presidente da associação, pelos seus diretores, vice-presidentes, técnicos da entidade, diretores setoriais de comissões técnicas e, em alguns casos, por técnicos dos próprios agentes financeiros.

 

A ABECIP mantém sua atuação como agente catalisador do setor imobiliário, em prol de transformações positivas para o crédito imobiliário no país.  Para viabilizar esse propósito, a associação tem privilegiado a sinergia dos diversos segmentos envolvidos na questão imobiliária, com a construção de parcerias formais ou informais com todos os agentes desse complexo setor. 

Principalmente a partir da década de 90, essas parcerias vêm sendo viabilizadas por meio de intenso trabalho de negociação e de divulgação do crédito imobiliário, principalmente para acomodação de interesses muitas vezes antagônicos entre si e para eliminação de equívocos e distorções a respeito de conceitos e princípios técnicos relativos ao produto. Isto, não raro, colocou a ABECIP como ponta-de-lança, com êxito, no processo de modernização do modelo de crédito imobiliário ocorrido nos últimos anos. 

Esse trabalho tem como substrato a prospecção, manutenção e estreitamento de uma rede de relacionamentos institucionais, inclusive aqueles cuja representatividade é de ordem legal.  Esses relacionamentos abrangem principalmente a indústria da construção civil - toda a sua cadeia, o setor de cartórios, a academia, os Tribunais e demais Órgãos do Judiciário, as entidades da sociedade civil organizada, o Legislativo e o Governo Federal, seus Ministérios e Órgãos a ele vinculados. 

Para manter a vigor dessa rede de relacionamentos, visando o fortalecimento do crédito imobiliário no Brasil, a ABECIP, como diretriz, lança mão de variados instrumentos, tais como as parcerias de trabalho e de atuação política, a atuação técnica e política em comitês e grupos de trabalho formalmente constituídos, participação e promoção de seminários, elaboração de trabalhos técnicos de monta e disseminação de conhecimento para setores estratégicos da sociedade. 

 Essas parcerias viabilizaram técnica e politicamente que a proposta da associação de instituição do SFI, de criação da alienação fiduciária como garantia real e do Patrimônio da Afetação nas incorporações imobiliárias fossem vitoriosas. 

A Associação acredita ser fundamental alcançar e fortalecer a relação com setores estratégicos da sociedade visando desmistificar o crédito imobiliário no país, utilizando como instrumental especialmente a transmissão de conhecimentos técnicos e a exposição dos conceitos e práticas referentes ao produto. 

Neste sentido, a história recente do crédito imobiliário no Brasil confirma o papel já consolidado da Abecip como principal agente e interlocutor nos processos e ações de modernização e fortalecimento do modelo brasileiro de crédito imobiliário.  

 

Além de representar seus associados perante o Executivo, Legislativo e Judiciário e outras entidades da sociedade civil, a ABECIP oferece um leque de opções de extrema valia no dia a dia das instituições, de acordo com a categoria do associado:

1.  Publicação diária do INFORME ABECIP, uma newsletter que dá publicidade às atividades da associação, assim como às principais normas divulgadas, além de uma sinopse do noticiário econômico e político da imprensa.

 

2.  Assessoramento técnico, por meio do atendimento a consultas sobre procedimentos adotados nas operações do SFH, SBPE e SFI.

 

3.  Fornecimento periódico de informações relativas à atividade de crédito imobiliário, tais como tabelas de índices de reajustes de prestações, de rendimento das cadernetas de poupança etc.

 

4.  Disponibilização de informações estatísticas consolidadas sobre o mercado imobiliário que propiciam a análise comparativa do desempenho de cada associada em relação ao mercado

 

5.  Reuniões periódicas de Comissões Técnicas: Autoregulação+Certificação, FGTS, Funding, Funding - GT LIG, Informações de mercado, Jurídica, Plano Empresário, Recuperação de Crédito, Simplificação Operacional, Tarifas e Produtos, GT FCVS

 

6.  Acesso a pareceres jurídicos relacionados com a atividade de crédito imobiliário e a captação de recursos em caderneta de poupança

 

7.  Elaboração de livros, manuais e estudos especializados na atividade de crédito imobiliário e realização de pesquisas periódicas no âmbito do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, com vistas ao conhecimento de tendências, problemas e circunstâncias do setor 

 

8.  Defesa dos interesses dos associados em questões judiciais em todas as instâncias. 

 

9.  Publicação da Revista do SFI sobre assuntos de interesse do setor de crédito imobiliário, distribuída gratuitamente aos associados e a representantes de setores estratégicos da sociedade civil e do Governo.

 

10.  Disponibilização de certificações para avaliação de conhecimento específico em Crédito Imobiliário, além de atender às exigências regulamentares para as certificações destinadas à Correspondentes no país, também são contemplados pelas Certificações, os temas voltados para Habitação de Interesse Social, com adição de um módulo próprio à cada uma das certificações disponíveis, quais sejam: CA-600: a mais completa de todas as certificações da ABECIP. Ela exige maior conhecimento do tema e é indicada para o público que pretende carreira em áreas de Crédito Imobiliários de Instituições Financeiras; CA-400: recém criada e destina-se à certificação de profissionais de rede de agências e ao público em geral, especialmente para aqueles que almejam uma melhor colocação profissional; e, CA-300: destinada especificamente para os correspondentes no país e tem sido a mais indicada pelas Instituições Financeiras por seu método de avaliação e estrutura de prova.

 

11.   Divulgação do Índice Geral do Mercado de Imóveis Residenciais Abecip (IGMI-R ABECIP) que destaca-se por ser o primeiro e único índice de preço de imóveis residenciais do país a ter como base de análise, os laudos de avaliação produzidos pelas maiores Instituições Financeiras públicas e privadas do Brasil, os quais são cuidadosamente depurados pelo Professor Paulo Picchetti, do IBRE/FGV, com aplicação de metodologia inovadora e assertiva, o que faz do IGMI-R ABECIP o mais confiável e representativo índice de preço de imóveis residenciais do mercado. O acesso ao IGMI-R ABECIP é público e está disponível neste site.

 

12.  Descontos em cursos oferecidos pelo núcleo de educação corporativa, o Ibrafi - Instituto Brasileiro de Estudos Financeiros e Imobiliários - que disponibiliza disciplinas, as quais abordam temáticas referentes às demandas do mercado imobiliário.

 

 

 

Envie para a Abecip com os documentos solicitados